(Wix-Logo) Create a site!
100s of templates
No coding needed
Start now >>
LEIA TAMBÉM ...

A nossa casa 

Nossos dirigentes 

Introdução

​Nosso Táta de Santo Milton de Xangô

 

Em setembro de 1972 Um jovem recém casado visitando uma festa de oxossi e xangô e em primeiro contato com a nossa amada Umbanda recebeu a incorporação do caboclo Pena Branca. Dali pra frente, passou a desenvolver-se e entender os fundamentos da religião, tendo como guias espirituais O sábio Pai José de Aruanda, o Bravo caboclo Pena Branca e o astuto baiano Zé da briga. Este em 2013
tornou-se o dirigente espiritual e Táta de santo da casa de caridade filhos de são Miguel arcanjo. Axé Táta Milton de Xangô.

A história da umbanda Animismo Cavalo de Ogum
​Babalawô Cacá de Xangô
 
Vindo de uma família que sempre teve contato com a nossa amada Umbanda, teve sua primeira incorporação aos 16 anos de idade mas o trabalho verdadeiro só aconteceu a partir dos 25 com a chegada do Preto Expedito, que com sua sabedoria começou atuar junto a corrente medica, Depois chegaram o alegre  Baiano Uriel, Zé Francisco, Seu Sete Cruz  e Caboclo Pena Verde , coroado Egbomi em 2008, hoje é Pai de santo da Casa de caridade filhos de São Miguel Arcanjo .
Axé, Babá Cacá de xangô.
​Babalawô Rafael de Oxossi 

 

Aos 11 anos de idade, iniciava-se na umbanda, com 12 sua primeira incorporação do caboclo Piraí, a historia se repetia na festa de oxossi e xangô. Caboclo Piraí foi responsável por seu desenvolvimento inicial, um ano depois deu espaço para a chegada do caboclo cobra coral, bravo guerreiro das matas, e sucedeu com as incorporações de Pai Malaquias, Baiano Severino e Sr. Exu Capa Preta.
Coroado Egbomi em 2011, hoje é Pai de santo na casa de caridade filhos de são Miguel arcanjo. Axé Babá Rafael de Oxóssi!

 

Pai pequeno e ​Dirigente de Mesa Branca Wagner de Xangô
Em 1973  Na casa de caridade Vó Angelica, o mentor espiritual Manoel de Soveral dava as primeiras palavras através de seu aparelho. No trabalho de mesa branca, acompanhado pelo querido irmão João Bezerra, foi educando e ensinando o nosso querido irmão mais velho. Sete flechas, pai thomaz e tranca rua foram as entidades que se manifestaram na Umbanda através De Wagner cuenca. Hoje na casa de caridade filhos de São miguel arcanjo, dirige os trabalhos de mesa branca. Salve Paizinho Wagner de Xangô!
 

20785_641555979194299_115296832_n.jpg

Pai pequeno Bruno de Ogun 
 
Aos 5 anos de idade conduzido por seus avós , teve o primeiro contato com a umbanda, através do caboclo Pena verde, passou a imitar seus trejeitos e a aplicar passes como os que via o caboclo fazendo nas giras eu sua avó que sofria de reumatismos. 
Tempos depois, em Outurbo de 2000 com 14 anos começeu a manifestar  visões e insonia, a convite de parentes passou a frequentar novamente a religião, 
e passou a desenvolver sua mediunidade, o responsavél pelo desenvolvimento inical de sua mediunidade foi Caboclo Arruda no dia 14-03-2001 se estendendo aos trabalhos com Preto Cipriano, baiano Sebastião, exu pinga fogo e por fim a chegada do Jesuá, da linha do oriente.
Bruno foi coroado Vodun em Agosto 2008 . Em  Junho de 2013 foi coroado pai pequeno da casa Filhos de São Miguel 
Salve Paizinho Bruno de Ogum!

Mãe Pequena Márcia de Ossain 

Somos uma casa de caridade, voltada para os trabalhos da SAGRADA UMBANDA  e MESA BRANCA . Seguimos os fundamentos deixados por Zelio Fernandino de Morais, anunciador da Umbanda.

Nosso corpo mediúnico conta com 60 médiuns em constante desenvolvimento e aprendizado, Sob os auspícios da corrente de São Miguel Arcanjo, lutamos bravamente pelos direitos dos Umbandistas enquanto religiosos, e da liberdade religiosa como um todo.

Na casa de caridade filhos de são Miguel arcanjo, nenhum trabalho é cobrado, nem atendimento e em geral.

Nosso único desejo é que os irmãos possam em comunidade vivenciar o axé dos espíritos e serem felizes em sua fé.

A casa funciona as segundas e quintas feiras, sempre as 20:00hrs.Sarava a umbanda Sagrada.

Sarava Táta Milton de Xangô , nossos Babalawôs Cacá de Xangô , Rafael de Oxóssi e aos nossos Pais pequenos Wagner de Xangõ e Bruno de Ogun .

Motumbá pra quem é de motumbá.

Mukuiu pra quem é de mukuiu.

Kolofé pra quem é de Kolofé. 

Axé.

_MG_6663-2.jpg

(Wix Logo)
This site was created using
Create your own for FREE >>